WhatsApp: (33) 9 9903-7407

Portuguese English Spanish
Fique por dentro

Fique por dentro (25)

SEGREDO DAS ENCRUZILHADAS

Muita gente não sabe mas, para fazer um trabalho espiritual ou fazer uma entrega numa encruzilhada o sacerdote precisará ter conhecimento suficiente para lidar com esta energia forte e perigosa. Existe todo um ritual próprio para fazer uso de determinada encruzilhada para realizações de trabalhos espirituais. Primeiramente deverá saber que, os trabalhos destinados as Pombo-Giras deverão ser entregues ou realizados nas encruzilhadas fêmeas e, os trabalhos destinados aos Exús do sexo masculino deverão ser entregues ou realizados nas encruzilhadas macho, com pouquíssimas exceções atribuídas a fundamentos mais aprofundados. No caso do trabalho for com Exú do sexo masculino, antes de mais nada arrêia-se  um agrado para o Orixá Ogum bem no centro da encruzilhada e, saúda Ogum assim: Ogunhê patacurí, Ogum Jássi Jássi auanegí, patacurí!!!. Depois de ter saudado Ogum, peça a Ogum a permissão para Exú trabalhar a seu favor. Aproxima do lado esquerdo da encruzilhada e, saúda Exú assim: Kóbá Larôiê Exú !!! Exú ôxuxú onã. Agora poderá realizar seus trabalhos ou fazer as suas entregas de ebós. É aconselhável ao terminar a realização dos trabalhos ou entregas numa encruzilhada, dizer que está confiante que seus pedidos serão atendidos e, sair dalí imediatamente sem olhar para traz.

  • Código do Formulário para site Fonte: Babalorixá Itamar de Ogum

OS SEGREDOS DOS OVOS

O ovo caipira é um ovo dos chamados ovo galado. Ovo galado é aquele ovo gerado da galinha caipira que, sempre tem ao seu lado o galo. A galinha caipira come pelos terreiros a fora toda espécie de insetos. A galinha caipira come, escorpiões, minhocas e muitos outros. Geralmente em meio as galinhas caipiras do terreiro existe um ou mais galos. Neste caso o galo faz o cruzamento diário com a galinha caipira e, deste cruzamento é que surge o ovo, o chamado ovo galado. Por outro lado temos a galinha de granja que, geralmente fica confinada alimentando apenas de ração. O ovo de granja é gerado sem a presença do galo junto as galinhas de granjas. Geralmente tem uma qualidade de ovo certo para cada tipo de trabalho. Geralmente se usa o ovo galado para trabalhos feitos na esquerda e, os ovos de granja para trabalhos da direita.

 

Segunda-feira, 12 Novembro 2018 16:58

Ervas sagradas

Escrito por

ERVAS  SAGRADAS

 

Na Umbanda é o sangue vegetal que na forma de banhos nos purifica e consagra. Quem for banhado por elas espanta os males físicos e espirituais. As ervas possuem vasto uso, nos rituais são muito utilizadas em homenagens, invocando sua proteção para que os atos litúrgicos sejam bem encaminhados. Enfim, seu uso é primordial, pois nada acontece sem folhas. Um dos grandes mistérios em quase todos os ramos da Magia em todo o mundo é a utilização das plantas, raízes e sementes das ervas mais variadas. São usadas tanto em forma de defumações para os Deuses quanto para banhos purificadores, protetores e de cura. A seguir citaremos algumas das ervas mais usadas na Umbanda e o Orixá pertencente:

Segunda-feira, 05 Novembro 2018 05:50

INICIAÇÃO NA UMBANDA

Escrito por

INICIAÇÃO  NA  UMBANDA

Os procedimentos para se iniciar na Umbanda são estes: A pessoa faz uma visita a um determinado terreiro de Umbanda, expressa alí para o chefe do terreiro a sua vontade de entrar para se iniciar naquela casa ou, na maioría das vezes em que a pessoa esteja alí no terreiro assistindo a uma determinada gira e, de repente se sente “Sacudida” por determinada entidade espiritual. Neste caso esta pessoa será orientada pelo chefe do terreiro a participar das giras do terreiro para desenvolver a sua mediunidade. Em geral o chefe do terreiro senta com o futuro médium e, explica detalhadamente para ele as responsabilidades que um médium de terreiro tem que ter, como serão os procedimentos que serão tomados para o desenvolvimento de sua mediunidade, os banhos que deverão ser tomados etç etç. A partir daí a pessoa passará a frequentar as giras daquele terreiro e, vestindo sempre as roupas brancas, passará ser rodante das giras pelas entidades espirituais que se encontrarem incorporadas em seus respectivos médiuns já iniciados. Aos poucos este iniciante passará a receber as energias das próprias entidades e, passará a sentir os primeiros sinais da incorporação. Geralmente isso acontece numa gira de Exú ou Caboclos pois, nestas giras citadas são emanadas energias espirituais com maior poder de fazer um iniciante incorporar. Porém poderá acontecer também de este iniciante vir a incorporar numa gira de prêtos velhos e, neste caso receberá em seu corpo as energias de determinada entidade da linha de congo que é a gira que traz os prêtos velhos ao terreiro. Daí tal entidade declarará como sendo o chamado guia de frente daquele iniciante. O chefe do terreiro orientará a este agora médium, como cuidar desta sua entidade espiritual. A partir daí esta pessoa passará a incorporar outras entidades espirituais até mesmo de outras linhas, como marinheiros, baianos, ciganos, exús etç etç, porém tudo provindo de seu orixá de cabeça. Uma pessoa confirmada como sendo filha (o) de Xangô, poderá sim incorporar com o prêto velho Pai João de Aruanda, Vovó cambinda etç etç. O Principal prêto velho que vem na falange de Xangô chama-se Quenguêlê.

Segunda-feira, 05 Novembro 2018 05:12

PRESIDENTE

Escrito por

PRESIDENTE  DE  MESA

 

Talvez seja esta a função de maior responsabilidade dentro de um terreiro de Umbanda. Isto porque cabe ao presidente da mesa corrigir, fiscalizar e, ao mesmo tempo agradar ao público presente e principalmente as entidades espirituais incorporadas no médiuns do terreiro. O cargo de presidente de mesa num terreiro de Umbanda é de tamanha importancia que, até as próprias entidades o respeita muito. Um bom presidente de mesa deverá ter conhecimento suficiente para digamos , assumir a direção de uma gira de Umbanda. Cabe ao presidente da mesa também a responsabilidade de agir também como autoridade de segurança física do terreiro, impondo as ordens e as normas do terreiro onde as vezes terá que, inclusive expulsar do terreiro determinada pessoa que por sua vez esteja atrapalhando os trabalhos. O presidente de mesa é geralmente escolhido pelo guia de frente do chefe do terreiro e, não precisa necessariamente ser médium rodante ou de incorporação. Sua preparação é feita em separado dos demais médiuns.

Segunda-feira, 05 Novembro 2018 04:50

CAMBONO

Escrito por

CAMBONO

Uma das mais importantes missões entre o grupo de médiuns de um terreiro de umbanda, com certeza é a missão daquele médium designado para a função de Cambono. Cambono é aquele médium que auxilia as entidades espirituais baixadas no terreiro, servindo-as com bebidas, cachimbo, cigarros etç etç. Porém não é só isso que precisa para exercer a função de Cambono não. O Cambono também é responsável por assumir a direção do terreiro ao lado do presidente da mesa, quando o médium chefe está incorporado e, neste caso o Cambono assume a direção física do terreiro. Um bom Cambono tem que ter conhecimento suficiente para identificar e expulsar eventuais espíritos maléficos zombeteiros que por ventura aparecer no terreiro. Cambono funciona como uma ekédi nos terreiros de Candomblé com a diferença de serem aceitos pessoas de ambos os sexos, enquanto somente mulheres poderão ser escolhidas por seus próprios orixás para assumir a missão de ser uma ekédi nas casas de Candomblé.

Quinta-feira, 11 Outubro 2018 09:50

SINCRETISMO AFRO-CATÓLICO

Escrito por

SINCRETISMO  AFRO - CATÓLICO

 

Durante o período da Escravatura no Brasil, nas senzalas, para poderem cultuar os seus Orixás, Inkices e Voduns, os negros foram obrigados a usar como camuflagem altares com as imagens de santos católicos, cujas características melhor correspondiam às suas Divindades Africanas, e por baixo desses altares escondiam os assentamentos dos Orixás, dando assim origem ao chamado Sincretismo. Mesmo usando imagens e crucifixos, os seus cultos e rituais inspiravam perseguições por parte das autoridades e pela Igreja, que viam o Candomblé como paganismo e bruxaria. Sabe-se hoje, segundo alguns pesquisadores, que este sincretismo já teria começado em África, induzido pelos próprios missionários para facilitar a conversão dos indígenas. Depois da libertação dos escravos, começaram então a surgir as primeiras casas de Candomblé, e é um facto que o Candomblé durante os séculos tenha incorporado muitos elementos do Cristianismo. Crucifixos e imagens eram exibidos nos templos, os Orixás eram frequentemente identificados com Santos Católicos, e algumas casas de Candomblé também incorporam entidades Caboclos, que eram consideradas pagans, como os Orixás. No entanto, nos últimos anos, tem aumentado um movimento “fundamentalista” em algumas casas de Candomblé, que rejeitam o sincretismo com os elementos Cristãos e procuram recriar o candomblé “mais puro”, baseado exclusivamente nos elementos Africanos. Em todo o caso, porque esta tendência ainda subsiste, e também para que se perceba a lógica do Sincretismo, abaixo encontra o quadro que o ilustra, em relação aos principais Orixás cultuados no Candomblé. Conhecendo as característica e atributos de cada Orixá, e conhecendo também os santos católicos, facilmente perceberá as razões que levaram ao Sincretismo ou correspondência de cada Orixá com um determinado santo católico. Veja abaixo  como  os  orixás  foram sincretizados.

 

EXÚ - Santo Antonio

OGUM - São  Jorge

OXÓSSI - São  Sebastião

XANGÔ - São  Gerônimo

OBALUAIÊ - São Lázaro

LOGUM-ODÉ - Santo Expedito

OXUMARÊ - São Bartolomeu

IBÊJIS - São  Cosme  e  Damião

YÊMANJÁ - Nossa  senhora  dos  navegantes

OXUM - Nossa  senhora da conceição

YANSÃ - Santa Bárbara

EWÁ - Santa Luzia

OSSÃE - São  Roque

NANÃ - Sant'Ana

OBÁ - Santa Joana  D'arc

OXALÁ - Nosso  senhor  do  Bom  Fim

OLORUM - Deus  supremo

 

Quarta-feira, 10 Outubro 2018 10:01

LÍNGUA CIGANA

Escrito por

VOCABULÁRIO  ROMANI

   

A 
Anáu- Nome. 
Arakhame- Camisa (O KH tem som de “jota” espanhol). 
Asdeulês- Adeus, até logo. 
Avela- Tem. Axunáu/ ês, el, as, as, en, en (Verbo escutar conjugado no presente do infinito). 

B 
Bagulho- Dinheiro. 
Bal- Cabelo. 
Barbaló- Rico 
Bibiora- Abelha. 
Binar- Vender. 
Blancaera- Gíria. 
Bocunhchas- Fome. 
Bráu- Viva, Bravo. 

C 
Caique- Ninguém. 
Cáfa- Café. 
Calduncho- Pão. 
Callicó- Manhã. 
Cangli- Pente. 
Cangri- Igreja. 
Carrundro- Carro. 
Cói- Aqui. 
Colpiche- Arroz. 
Conuna- Vestido de noiva. 

D 
Dái- Mãe. 
Debel- Deus. 
Délo- Deus. 
Dicar- Ver. 
Droboito- Bom dia. 
Dron- Caminho. 

E 
Emanuxa- Elas. 
Escomim- Cadeira. 
Espelunca- Ganho de jogo. 
Estache- Chapéu. 

F 
Falatuk- Por favor. 
Fardí- Saia. 
Fardisara- Saia. 
Fístano- Vestido. 
Fuçuí- Feijão. 
Furata- Fora. 
Furca- Garfo. 

G 
Gaché- Colega. 
Gadâ- Roupa. 
Gají- Mulher não cigana. 
Gajô- Homem não cigano. 
Galbi- Noiva. 
Galbi liri- Coroa de Ouro (usada pela noiva no dia de seu casamento). 
Gate- Camisa. 
Grai- Cavalo. 
Guili- Música; rádio. 
Gustipenhi- Roubo. 

H 
Hospitali- Hospital. 

J 
Jalar- Comer. 
Jambo- Estranho. 
Jocar- Bonita. 
Jucalorro- Bonito 
Junar- Escutar. 
Junelar- Ouvir. 

K 
Kalaskê romanês- Canções de casamento. 
Khertía- Papel (KH tem som de “jota” espanhol). 

L 
Lovê- Dinheiro 

M 
Machingarnó- Bêbado. 
Malaxeriats- Boa Noite. 
Maluco- Tonto. 
Manrro- Pão. 
Matô- Bêbado. 
Maxina- Fósforo. 
Me- Eu. 
Mistô- Bem. 
Mui- Cara. 


N 
Nai- Dedo. 
Nicobar/ Nicobelar/Nicabar- Roubar. 

O 
Ojacá- Bonito. 

P 
Pajo- Cigarro. 
Parnáu- Dinheiro. 
Patrijana- Tomate. 
Páu- Gelo. 
Páxa- Vida; Pacha Dron- O caminho da vida. 
Pechincha- Lucro. 
Petisco- Bocadinha. 
Pillar/Piyar- Beber. 
Pimpão- Valente. 
Pinelar- Pedir, dizer. Piraboror- Ladrão. 

R 
Randar- Furtar. 
Raramitx- Historinha. 
Randaí- Furtar. 
Remendinhar- Casar. 
Roin- Colher. 
Rokia- Saia (roupa). 
Rom- Cigano; homem. 
Romanês- Língua Romani; dança que a noiva executa perante seu futuro sogro. 
Romi- Cigana; mulher. 
Rurum- Cebola. 

S 
Sanacay- Ouro. 
Sapui- Sabão. 
Sarnistô- Vou bem. 
Sarrato- Relógio. 
Saurre- Nós. 
Sicabar- Sair. 
Sibôkalô- Muita fome. 
Sim- Sou (Primeira pessoa do verbo ser do presente do indicativo. As outras formas do verbo “ser” em romani são: sam, si, si, si, si). 
Sonsidelar- Olhar. 
Sorbar- Dormir. Stela- Carne. 

T 
Taribé- Cadeia. 
Tséra- Tenda. 
Txarô- Prato. 
Tu- Tu, você. 

U 
Ua/unga- Sim. 
Urdom- Carro. 
Ustabar- Furtar, roubar. 

V 
Vadra- Balde. 
Vaz- Mão. 
Vô - Ele. 
Vôn- Eles. 

X 
Xaborrí- Menina. 
Xaborron- Menino. 
Xabelar- Saber. 
Xardó- Cobertor. 
Xaubaru- Roupa do noivo. 
Xi- Nada. 
Xequeri- Açúcar. 
Xexipen- Sim; verdade. 
Xibé- Dia. 
Xibar- Pôr. 
Xicubelar- Furtar. 
Xororó- Pobre. 
Xorrés- Polícia. 
Xuxéus- Seios. 
Xunga- Mulher feia. 
Xuquel- Cão, cachorro
Quinta-feira, 04 Outubro 2018 17:36

PONTOS CANTADOS MP3

Escrito por

PONTOS  CANTADOS  NA  UMBANDA

(Pendrives  virtuais  mp3)

 

Estamos disponibilizando em nosso site os Pendrives virtuais contendo centenas de pontos cantados na umbanda, todas músicas em formato MP3. São pontos cantados de prêto velho, caboclos, pomba-gira,marinheiros, ciganos e muitos outros. Trata-se de coleções dos pontos mais cantados nos terreiros de Umbanda de todo o Brasil. Estes pendrives virtuais vai ajudar a voce e a todas as pessoas que participam dos terreiros de Umbanda a cantarem os pontos das entidades usando as letras corretas e melodias certas dos pontos das entidades espirituais de Umbanda. Voce poderá baixar estes pendrives virtuais para o seu computador a hora que desejar e começar a cantar os pontos das entidades espirituais. Os prêços variam entre R$20,00 (Vinte ) e R$ 50,00 (Cinquenta reais). Vale a pena comprar estes pendrives virtuais. Estes pontos cantados  foram copiados de arquivos relíquias  de  diversos terreiros de Umbanda e  inseridos nestes Pendrives virtuais em formatos MP3 para que os ouvintes destes Pendrives possam ouvir as músicas com alta definição na qualidade do áudio e assim poder  entender  mais  facilmente  as  letras  dos  pontos  cantados.

 

Sexta-feira, 31 Agosto 2018 15:05

Dicionario Yorubá

Escrito por

ANIMAIS

 

Abô e Oubikó = carneiro

Coquém e Sacuê = galinha d"angola.

Adié = galinha.

Uabaodié = galinha, galo.

Malu = boi.

Aban-malu = vaca.

Ifé e Olofu = gato.

Akokorô = galo.

Pekeié e Apepeié = pato.

Exie atabexi = cavalo.

Patapá = burro.

Ajaú e Adiaia = cachorro

 Aledá e Ledé = porco.

Agutan = ovelha.

Euré = cabra.

Taleu-taleu = peru.

Ajapá e Logozé = cágado.

Adjiniju = elefante.

Ouê-êyá = rabo grande.

Koji = leão.

Zamba = elefante.

Xenimi e xenifidam = sapo.

Oguri = peixe.

Eiyele = pombo.

Alodé = periquito.

Ohá e Dudô = macaco.

CORPO  HUMANO

 

Ará = corpo.

Ory = cabeça.

Ipakó = nuca.

Etu = orelha.

Imum = nariz.

Iban = queixo.

Irun = cabelo.

Irun-ban = barba e bigode.

Efin = dente.

Eeté = lábios.

Apá = braço.

Qué = mão.

Esse e Alessé = pé.

Itankó = coxas.

Idi-cu = ânus.

Kitaba e Ebeu = vagina.

Éepã = testículo.

Ogungum = osso.

Enum = boca.

Erã e Ancê = carne.

Ejé = Sangue.

Euú e oju = olhos.

Okan = coração.

Eigiká = ombros.

Obó = nádegas.

Akô = macho.

Abam = fêmea.

Mulembu = dedo.

Rivenum = barriga

 

Pagina 2 de 2